.Aqui estou eu

.tags

. todas as tags

.Posts actuais

. Fim...mas com um até já

. Estou feliz

. Sem ser proposto...o últi...

. Novidades meninas(os)

. Desafio proposto por?

. Nova vida: a dois....))

. Eurofestival da canção......

. Novidades e agradáveis

. beijinhos doces

. ola meninas(os)

.Segredos antigos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.links

Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008

Irritada

Ainda dizem que há desemprego em Portugal

 

Erro cruçal...

 

Há mas é quem não queria trabalhar e á primeira contrariedade desistem logo:ou não precisam ou não querem mesmo trabalhar, senão esforçavam-se

 

Hoje esperava uma promotora para trabalhar de manha...era 9h, eram 10h...nada...o vendedor telefona a dita menina e esta disse lhe que pensava que eram as 11h....

 

De facto as 11h e 05 ela estava pronta para trabalhar, com a farda e tudo, mas de acordo com as regras escritas, sabidas e lidas  ela não pode entrar e barraram a entrada, porque estava de salto alto. mas se fosse alguém que quizesse trabalhar voltava...então as regras são simples e mesmo uma pessoa inteligente neste meio apercebe se de que trabalhar de salto alto e estar muito tempo de pé e quieta não é aconselhável porque é cansativo e coluna não é beneficiada.

 

Bem...não contente com isso...ela não veio trabalhar, desistiu, porque além de ter de voltar atras e calçar calçado mais confortavel, teva a lata dedizer que não tinha(possivelmente estava em mudanças, pq mencionou quetinha pouca coisa em casa), mas se quizesse e tivesse possibilidades economicas compativeis ia comprar calçado, se quizesse mesmo trabalhar e precissasse.

 

Foi uma comédia e tragédia...))

 

Depois subistituiram por outra...e estava tudo pronto para ela entrar.....papeis em ordem, a dita senhora nao veio trabalhar....

 

Sinceramente e revoltante...eu que hoje infelizmente podia estar desempregada, se não estivesse neste meio, nao saberia que podia estar lugar vago de fim de semana para trabalhar, estas empresas pagam bem....Se soubesse candidatava me e nem pensava duas vezes, mas como eu digo as pessoas nao querem trabalhar, nao ha desemprego, pode ser precario e exploratorio, mas ha trabalho, so nao ha quem se queira esforçar para trabalhar

 

Sao as pessoas que temos neste país....

 

Boas tardes a todos(as)

Meus segredos Luadoceu às 16:59
link do post | Segredos para comentar | favorito
7 comentários:
De (Fábio) a 29 de Fevereiro de 2008 às 17:22
Ola de novo adorei o k excrevex-te|!!

Paxa no meu!!

......._____....., oi...td bem??
.....{*.\.....(*~*~*).../}
....{.~.*\....////^^\../~}
....{*....\..(((/.6.6./.*} paxei aki xo pa t dixer k tanto
....{..*.~.\.)))c..=.)*..}
.....{*...*.////'_/~`.~.}
......{~.*.((((.`.`\.*}' o blog como o post extao LIND0$
.......`{.~.)))`\.\))_.-:*:-
..........`{.(()..`\_.-'`.`:'
............`)/.`..| paxa pelo meu e deixa a tua markinha
.............(....\'
..............\....\
.........._ .__\...| vou tar a espera
........|` `'...``Y;
........|./``-../../
........`'......|./ bj0o$
................/.`-._
................`----- XD

(BONEKO OFICIAL DO BLOG -> FAN-DIHCHAVEX)
De maria a 1 de Março de 2008 às 10:52
Há pessoas que apesar de precisarem não se sujeitam a um minimo esforço...
Um bjnho.
De Luadoceu a 1 de Março de 2008 às 17:53
ola...maria
nao naos e esforçam porque nao querem minimamente

hoje tive exemplo disso...outra pessoa veio no lugar dela...simples,simpatica e na farda muito simples no vestir, mas despachada a falar e sabendo logo o que diz sem rodeios e sem gaguejar ou implorar...vinha tal como as regras mandam....sapato razo, melhor dizendo sabrina

passado 5 h de trabalho queixa se de dores nos pes...e explica porque...mas e chamada a atençao por responsavel que lhe disse se tivesse de ser trocava de sapatos indo a casa...ela sacrificou se sabendo do interessa dela em trabalhar e ficou a trabalhar e aguentou as dores e vendeu bem o produto para a qual foi paga...

ha quem queira trabalhar....

inclusive disse que adoraria ir a um sitio que gostava muito mas foi no lugar de convidada a trabalhar...disse me escolheu trabalhar, que agora que esta no começo e quer continuar convem nao recusar

ha pessoas e pessoas

ha emprego e trabalho

ha quem queira trabalhar e ha quem nao mas nao ha desemprego....
De Pedro Leitão a 2 de Março de 2008 às 00:45
"Erro cruçal..."

Talvez queiras corrigir isso....:)
De luadoceu a 2 de Março de 2008 às 13:40
Porquê?
desde já boa tarde
Interpreto de duas maneiras: erro de escrita ou opinião discordante
Quanto á primeira só admito que me chamem a atenção de uma maneira construtiva e explicada, como não é, não és me professor para me ensinares seja o que for e não pedi opinião.
Quanto á segunda o que interessa num debate são opiniões e ideias diferentes da mesma reflexão...aí cada um tem a sua e agradeço a discussão
Desde já se tens algo a dizer ou defender te...
Senão bom final de semana para ti ou diz se : bom fim de semana para ti?
De naotecompreendo a 3 de Março de 2008 às 15:51
«Não há desemprego. Pode ser precário e exploratório mas há trabalho, só não há quem se queira esforçar para trabalhar. São as pessoas que temos neste país.»

Ou seja, a tua queixa/conclusão é que não há mão de obra precária que queira ser explorada.

Não sei o que é pior: admitires o vínculo precário como normal, ficares revoltada por haver quem rejeite ser explorado ou equiparares um emprego a uma actividade de fim de semana mal remunerada.

És feliz porque amas, e ainda bem. Mas a felicidade é tão mais do que uma excelente relação amorosa... A não ser, claro, para quem se baste com o seu amor e uma cabana. Mas esses exemplos não abundam, nem na literatura de cordel, e sempre estariam confinados a uma floresta deserta...

Mas bom, cada um sabe da sua felicidade. Aquela que me interessa é a que, além de me deixar de bem comigo, me deixa de bem com os outros, com "as pessoas que temos neste país".

Quem defende a exploração do homem pelo homem não pode ser uma pessoa feliz.

Cheguei aqui através do naocompreendoasmulheres. Mas, no ponto, não percebo é quem pensa como tu.
De luadoceu a 3 de Março de 2008 às 17:03
Respeito a opinião dos outros.

O debate de reflexões e opiniões servem para se expressar, senão não valeria apena desabafar.

Eu não disse que não concordo com a exploração, eu já fui explorada durante 8 meses.

Mas durante dois anos estive no desemprego.

Quando senti que estava a ser explorada, sabia meus direitos e podia bater o pé, mas para quem estava desempregada e sair do desmprego foi uma vitória alcançada e como o país está mal de emprego e trabalho, eu fui deixando ir...até porque se recussasse e batesse o pé, com certeza ouvia a máxima:há quem queira (possivelmente não, mas mantinha presa a eles).

Porque além de gostar do que faço, eu precisava de trabalhar, de ter anos de desconto, para um dia merecer a reforma, apesar de que até lá não venha o diabo e a leve e nem isso tenha direito. Nunca estive parada e sempre lutei pela minha independencia(foi e tarde), mas veio e agarro com unhas e dentes, porque sou lutadora e batalhadora. Não baixo os braços á minima contrariedade.

Eu penso no futuro...principalmente tb p quem quer construir uma vida a dois e na mesma cidade(dificil), nao estando sujeita a ser sustentada pelo homem havia que agarrar.
É precário, é exploratório e temporário...mas que fazer?

Nem os contractos são efectivos....quanto mais...sei que muitas de nós não se querem sujeitar...querem voar e sonhar mais alto e lutar por isso...mas tb ha a humildade de aceitar o que não se consegue mais(diminuir me? nao...agradeço o pouco que tenho, porque ate aquele momento eu nao tinha nada).

Mas acho também que quem tem poucas habilitações(suposições),anda a estudar ou quer ter dinheiro para ter qualuqer coisa para ela, deve agarrar a oportunidade e se surgir algo melhor e adequeado mudar de lugar.

A outra que a veio substituir, tinha um objectivo antes de ir para este mesmo trabalho, pessoal e hobbie, não foi, porque decidiu trabalhar, porque se começasse a dizer que não, não teria mais oportunidades e o pouco que fez para ter o lugar foi comprar sabrinas porque sabia que não podia ter salto alto e olha que bem lhe doia os pes porque se quixou...quem precisa luta por algo para ela...é minha opinião e mantém se

Eu tenho orgulho de mim de não estar no desemprego e estar parada, parecendo uma inutil....Não quero e espero nunca sentir se lo.Queros er util a sociedade e a mim mesma.


Neste momento sou compensada por um trabakho oposto ao que tinha, continuando a fazer o que gosto, que hoje em dia é raro alguem estar a trabalhar fazendo o que gosta.

Um abraço e volta....obrigada pelo comentario mesmo sendo diferente do meu

Deixem vossos segredos